Meditação

Meditação

Uma técnica simples que vem atraindo muitos adeptos

A prática meditativa, originalmente ligada à religiosidade oriental, foi trazida para o Ocidente por Maharishi Mahesh Yogi em 1960. Ele ensinava a meditação transcendental, baseada na antiga tradição védica, que não está relacionada a religiões ou a doutrinas.

Cada vez mais cresce o número de pessoas que se interessam pela meditação e os motivos para essa grande procura são os mais diversos possíveis. As pessoas buscam a espiritualidade, a devoção, a cura para doenças, a paz interior, o autoconhecimento, a inteligência emocional e até mesmo a alta performance, entre tantas outras coisas. Muita pesquisa científica foi feita sobre a meditação. Assim, ela finalmente conseguiu sair do campo do misticismo para o dos experimentos que envolvem as estruturas cerebrais.

Há inúmeras maneiras de meditar, individuais ou em grupo. Algumas pessoas alinham as suas posturas, outras simplesmente sentam-se em posição confortável. Alguns ficam em profundo silêncio, enquanto outros entoam um mantra pessoal ou um mantra milenar. Olhos abertos, olhos fechados, olhos em um ponto fixo. Atenção plena, concentração ou mente vazia. Voltam a atenção para a respiração ou não.

Quanto à forma de aprendizado, existe uma questão bem interessante, que vale uma reflexão. Alguns preferem aprender por conta própria, buscando informações na internet, tentando seguir o passo-a-passo dos aplicativos. Entretanto, para uma grande maioria, fica a impressão de que algo deixou de ser assimilado, de que faltou uma compreensão mais profunda sobre o assunto. De fato, tradicionalmente esse ensinamento é passado de geração em geração por meio da palavra, e a tentativa de encurtar o caminho para esse aprendizado pode ser um pouco frustrante.

O Tantra e a meditação

Primeiro, precisamos compreender que o Tantra, distorcido inúmeras vezes pela cultura ocidental, é um conjunto de técnicas corporais associadas a um conhecimento filosófico que observam a sexualidade de forma natural, um caminho para uma vida plena e saudável. As técnicas meditativas estão incluídas dentro desse conhecimento. Na prática sexual ritualizada do Tantra, como podemos observar no ritual maithuna, cujo passo-a-passo é ensinado nesse site, podemos verificar que a meditação é parte complementar.

 Falta de disciplina é o principal motivo que leva à desistência

Os ocidentais, de modo geral, percebem a disciplina sob um ponto de vista de subordinação à ordem de alguém. A falta de disciplina, ao contrário, é que conduz a nossa vida no caminho do caos. Tudo que você deseja, seus objetivos, seu equilíbrio emocional, sua boa saúde não podem ser alcançados na desordem. A meditação é um dos caminhos que aproxima as pessoas de suas metas e da qualidade de vida que elas buscam, mas, para isso, precisam aprender que sem disciplina a prática certamente será abandonada em pouco tempo.

 

Compartilhe isto
Facebook  Twitter  Google  LinkedIn  Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.